Diferentes Linguagens de Customização Sannalber

A pintura em tecido é minha raiz. É por onde comecei. Esta camiseta foi desenhada toda em caneta pra tecido e costurada em 'X' nas laterais com linha de crochê.
A pintura em tecido é minha raiz. É por onde comecei. Esta camiseta foi desenhada toda em caneta pra tecido e costurada em ‘X’ nas laterais com linha de crochê.
Ainda na pintura, só que com tinta, tem essa técnica que é a do carimbo feito de papel 'metiê'. Esta técnica é eficiente na restauração de algumas peças, pois pode cobrir manhas ou disfarçar um tecido desbotado.
Ainda na pintura, só que com tinta, tem essa técnica que é a do carimbo feito de papel ‘metiê‘. Esta técnica é eficiente na restauração de algumas peças, pois pode cobrir manhas ou disfarçar um tecido desbotado.
Estampa feita em stêncil (parte preta), e a parte amarela foi pintada à mão. As bolinhas na gola foram feitas carimbando com o cabo do pincel. Um toque final pra personalizar.
Estampa feita em stêncil (parte preta), e a parte amarela foi pintada à mão. As bolinhas na gola foram feitas carimbando com o cabo do pincel. Um toque final pra personalizar.
Corta, picota, pinta, aplica. Rabisca, viaja, testa texturas revirando a ponta da tesoura.
Corta, picota, pinta, aplica. Rabisca, viaja. Testa texturas revirando a ponta da tesoura.
Desenhar com linha de crochê e agulha nº16. Também conhecido como bordar. Só que eu bordo livremente.
Desenhar com linha de crochê e agulha nº16. Também conhecido como bordar. Só que eu bordo livremente.
Tal liberdade me levou a criar a Costura Caótica. Um estilo meio costura meio bordado.
Tal liberdade me levou a criar a Costura Caótica. Um estilo meio costura meio bordado.
Cobertura de bordado com pedaço da barra cortada e estampa desenhada com caneta pra tecido.
Cobertura de bordado com pedaço da barra cortada e estampa desenhada com caneta pra tecido.
O tutorial de como fiz esta estampa, eu conto no próximo post.
O tutorial de como fiz esta estampa, eu conto no próximo post! ((( 😉
Anúncios

Oficina Customização + Sustentabilidade *** Para Crianças

SAM_0981
A turma que iniciou a oficina. Da esq. para dir. Vitória, Gabriele, Gabrielly, Camila, Sannalber, Leticia, Karina e Laura

Na tarde de sábado, dia 18 de maio, aconteceu na ONG Acorde, a oficina de customização com sustentabilidade para crianças.

Foi um piloto do projeto que será realizado durante as férias de julho deste ano na ONG. A iniciativa é incentivada pelo projeto interdisciplinar de 5º semestre do curso de Design de Moda da Universidade Anhembi Morumbi, que estuda a sustentabilidade relacionada com a moda. A ação proposta pelo grupo de trabalho pretende reunir nas tardes de sábado do mês de julho, meninos e meninas interessados em criarem acessórios, roupas customizadas, fantasias e outras soluções para serem usadas no seu dia a dia.

Tudo será feito a partir do reaproveitamento de peças que iriam ser descartadas, e ganharão nova vida depois desta dinâmica que envolverá muitas conversas sobre moda e sustentabilidade. Pretendemos falar tanto do ponto de vista do que acontece no mundo da moda, quanto das nossas experiências dentro e fora da faculdade, e conhecer o que eles pensam e fazem a respeito de sustentabilidade.

Nossa principal intenção é multiplicar o conhecimento adquirido em nossas pesquisas mais recentes. Passamos a entender que sustentabilidade não é só meio ambiente. Ela envolve também qualidade de vida e condições de trabalho, envolve política, economia, educação, entre outros.

E por que a oficina é voltada para crianças?

Desde o semestre passado havia por parte do grupo a intenção desenvolver a coleção de moda deste projeto, para usuário infantil. Então aproveitamos o gancho da educação para as práticas sustentáveis, conversamos com um educador ambiental que trabalha com crianças, e isso nos ajudou a desenhar esta ação.

Neste piloto participaram 15 crianças, e 3 estudantes: além de mim (Talita Sannalber), Laís Cordeiro e Nayara Morial. Contamos com o apoio da equipe da Acorde, e a eles, deixamos aqui nossos agradecimentos!

Divulgarei quando fecharmos data para esta atividade de férias.

Fiquem agora com essa energia radiante que só as crianças passam!!!

(((clique sobre a foto para ver a imagem ampliada)))

Customização e Estudo de Idiomas

Este post eu dedico às minha pequenas Janaína e Letícia (irmã e sobrinha) que também estão com muita vontade de aprender inglês, assim como eu, que estou cada vez mais comprometida no meu autodidatismo.

E porque eu estou falando isso…?

Porque isso tem muito a ver com customização!

Primeiro porque nós que customizamos, somos pessoas curiosas. E essa curiosidade nos move em busca de aprender a fazer o que queremos fazer. Customização é ação! É atitude! Erica Domesek, autora do blog e do livro P.S. I Made This, e eu concordamos com isso. Aliás, este livro chegou pra mim na sexta passada e eu estou amando! Farei um post só sobre ele em breve. 😉

E segundo porque este livro é importado, está em língua inglesa  e ainda não existe versão traduzida. Além do conteúdo deste e de outros tantos livros legais, a maioria de minhas referências de customização vêm de fontes em inglês. Como os canais com vídeos incríveis que descobri no YouTube. Tem uma galera fazendo um trabalho bonito e de muita qualidade na web sobre customização.

Pra citar alguns deles, tem o próprio P. S. I Made This , Alison is CraftyMr. Kate , Anneorshine , Sea Lemon , Fashion and More, em inglês, e ainda Canal de Casa e GiannyL que estão em espanhol. Tudo isso que a internet proporciona, nos possibilita esses intercâmbios culturais com customizadores de diversas partes do mundo. E pra isso é fundamental passarmos por esta experiência de uma nova linguagem. O que é maravilhoso, não é mesmo?!

A galeria de fotos a seguir, não possibilita links. Para conhecer os vídeos destes nossos amigos, clique sobre o nome de cada um neste parágrafo anterior.

 

A maioria destes vídeos não possui legendas em português. Então, se você é capaz de legendá-los, é uma boa maneira de ajudar as pessoas enquanto melhora seu inglês ou espanhol, e ainda aprende várias coisas sobre customização!

E se você, como eu, consegue entender grande parte do que é dito, mas ainda não está fluente, aproveite pra ter isso como impulso para se tornar cada vez melhor tanto no inglês e no espanhol, quanto na customização!

Por fim, termino deixando duas dicas de inglês: descobri ontem no Facebook, a página English Tonight, onde você pode exercitar seu inglês lendo, adquirindo vocabulário e escrevendo nos comentários. Outro canal que visito sempre no YouTube, é o EslWinner, com as aulas pra lá de úteis, do professor Paulo Barros, que têm me ajudado demais! Baixei o áudio de algumas aulas e ouço no meu celular no caminho de ida e volta do meu trabalho.

Beijos,

Espero que tenham gostado,

Até a próxima!!!

 

SP ECOERA

Geeeeente… quanto tempo! Meu Deus! Até levei bronca da minha sobrinha por ficar tanto tempo sem postar nada.

Nesta volta venho mostrar pra vocês duas exposições que tem tudo a ver com customização.

E por terem me impressionado e ficado em minha memória, não poderia deixar de compartilhá-las aqui.

Elas fizeram parte do evento SP Ecoera que aconteceu na Escola São Paulo no último final de semana de setembro deste ano.

Os artistas responsáveis pelas obras são Gustavo Silvestre e Luiz Parisi ambos estilistas com um trabalho que valoriza os materiais naturais e os reaproveitados. Vale a pena conhecer o trabalho deles!

 

O evento SP Ecoera proporcionou diversas oportunidades de troca de ideias sobre moda e sustentabilidade. Foram realizadas oficinas, debates, performance e exposições em três dias de programação.

É sempre uma ótima experiência estar envolvida com pessoas que estão pensando à frente, trabalhando com projetos que propõem ideias inovadoras, e tudo rodeado por um ambiente que respira arte e beleza (porque é fundamental)!

Assim foi este evento, cheio de aprendizados e muitos insights!

Especial como outros que também amo participar, e não deixarei de colocar a cobertura dos próximos aqui.

Mais informações sobre a iniciativa deste evento e o projeto que está trabalhando nesta causa, no site http://sersustentavelcomestilo.com.br/

Nova cara da camiseta velha

Nova cara da camiseta velha

Iaê pessoal!?! Enquanto as matérias de eventos não saem, vou mostrar pra vocês o que fiz hoje.

Durante a semana tirei um pouco do comprimento desta camiseta que tinha modelo t-dress, e cortei umas franjinhas. Mas ficaram pequenas e eu não gostei. Hoje cortei franjas maiores assim.

Resolvi também dar uma mexida na estampa que eu também não curtia muito, rabisquei e dei uma estampa mais revoltada pra ela.

Aí pra finalizar, achei que iriam bem dois botões pretos nas costas. Antes eu tinha pensado num decote, mas ela já tem um decote cavado na frente, então achei melhor não.

Acabamento é importante! Para que a lateral não comece a descosturar por causa do corte, apenas dê dois pontinhos para o arremate.

Como ia fotografar no cabide, esses pontos não poderiam ficar aparecendo.

Foi aí que eu fiz uma etiqueta Sannalber® ! 🙂

Customizar é assim. Você decide, usa o bom senso com a ajuda do seu espelho, e na sua mão, a peça se recria!

Boa semana a tod@s!

Cobrindo uma estampa com retalhos

Olá!

Cobrir estampas com retalhos é uma das coisas que mais gosto de fazer em customização.

Podemos compor misturas interessantes, propondo um novo aspecto para a roupa sem interferir na modelagem da peça.

Você continua com a roupa que curte, só que de estampa nova. E única!

Pode ser também uma boa forma para solucionar acidentes como manchas, fio puxado, ou similares.

E colocando a criatividade pra funcionar, por que não inserir o retalho fazendo uma interação com a estampa já existente?

Neste caso eu cobri a estampa de coração, mas não trabalhei os retalhos muito em função da forma da estampa. Preferi manter o formato de alguns que ultrapassavam um pouco a linha limite.

São várias possibilidades. Customizar é usar os materiais disponíveis para fazer sua própria interferência na peça.

É misturar à vontade!

Praticando o exercício do senso estético (combinações e composições) e de sentir o que você deseja carregar em seu corpo.

 

Enjoy! 😉

Vocês podem tuitar, recomendar, e colocar nos comentários suas opiniões!

Valeeeu!!!

Customização no Design de Moda

No terceiro semestre da faculdade tivemos como tema do projeto interdisciplinar, “Design de Moda e Sociedade”. O projeto foi desenvolvido em grupo, e como sempre houve muita troca e aprendizado. Fiquei satisfeita por ter a sugestão de trabalhar com jeans aceita, e aqui eu compartilho um pouco de como foi este processo, por meio das fotos publicadas no link no final deste post, e do texto a seguir:

Muitas vezes, as revoluções no design ocorrem motivadas por mudanças sociais, políticas e comportamentais de um período. Observando este fenômeno, elegemos para um estudo mais aprofundado, a expressão do Art Déco, e nele encontramos o objeto de estudo nos cartazes de jazz dos anos 1920, que nos ofereceu informações visuais e do modo de vida das pessoas naquela época. O movimento Art Déco se manifestou com mais força no período entre primeira e segunda guerra mundial, influenciado por movimentos de vanguarda como cubismo, construtivismo e futurismo entre outros, e com sua expressão, gerou a identidade visual não só da moda, mas da arquitetura, do mobiliário e também das artes gráficas que marcaram os anos 1920 e 1930.

Tendo em mãos estes elementos e refletindo sobre esta realidade, chegamos ao Carpe Diem; uma expressão em latim, divulgada pelo poema “Odes I” (I, 11, 8) do poeta romano Horácio (65 – 8 a.C). Segundo PENNA, (2008 p.165), aponta “…a lição do carpe diem, em sua prática de aproveitar o melhor que a vida oferece sem se preocupar com o amanhã.” Se torna um conceito para o presente projeto.

Sabemos que nos tempos atuais deste século XXI, esta oportunidade de aproveitar um dia inteiro da maneira que mais lhe apraz, é algo muito desejado e para muitos, até um sonho de consumo. Isto devido à elevada necessidade e cobrança para que o ser humano seja produtivo para a sociedade. Desta forma o tempo é destinado em sua maioria ao cumprimento de obrigações, e finalmente o tempo para viver o melhor que a vida oferece é tratado como supérfluo, uma necessidade menor, um luxo.

As pesquisas baseadas no conceito nos levaram a encontrar o tecido chifon poliester+seda, na cor nude, que traz a ideia de naturalidade, e também o denim (jeans), em várias lavagens diferentes. Este último tão presente no dia a dia do nosso público, aparece aqui de forma inovadora num vestido composto por encontros de retalhos em tons contrastantes do mesmo denim, compondo um visual que propõe a sensação de que a roupa conta histórias. Isso é intensificado com a pedraria também em formatos e cores variadas, que foram pesquisadas a encontro do objetivo de demonstrar o valor inestimável do tempo.

Optamos por usar diversos elementos em pedraria, devido ao valor do tempo e sua passagem acelerada na rotina nos dias atuais, passando despercebido pela maioria das pessoas que não têm condições de aproveitá-lo com mais qualidade. Por este motivo, este valor que o brilho traz, não é exibido por completo, aparece sob a camada de tecido do vestido sobreposto, que deixa entrever a resplandecência sem mostrar completamente.

 

Este é o painel que ilustra o percurso de nossa pesquisa e desenvolvimento

O making off completo, e com mais referências, em fotos no link: https://picasaweb.google.com/101806857711897754485/ProjetoInterdisciplinar3Semestre2012